Núcleo de Cirurgias Bucomaxilofaciais oferece atendimento multidisciplinar

Avatar


22 de agosto de 2019


7 minutos
hospital-higienopolis-632×421-artigo-bucomaxilofaciais

O Hospital Samaritano foi fundado na cidade de São Paulo em 1984 e, mesmo com toda a sua tradição, a equipe clínica trabalha continuamente para trazer inovações aos pacientes e desenvolver os serviços de acordo com os avanços da tecnologia. Por isso,em abril de 2019 foi criado o Núcleo de Cirurgia Bucomaxilofacial.

O objetivo desse núcleo é atender casos de alta complexibilidade de portadores de deformidades faciais e alterações funcionais causadas por Desordens da Articulação Temporomandibular (ATM). Geralmente, essas pessoas sofrem com dores de cabeça e nos ouvidos, limitação de abertura bucal e estalos nas articulações. O Núcleo também atende casos de traumas resultantes de quedas, acidentes de trânsito e agressões físicas, além de patologias bucomaxilofaciais como cistos e tumores.

A especialidade já existia dentro do hospital, mas, com a criação de um projeto para formar centros de alta complexibilidade, agora é possível ter atendimento especializado e multidisciplinar em todos os casos relacionados à cirurgia e traumatologia. Segundo Luciano Del Santo, Coordenador da Cirurgia Bucomaxilofacial do Grupo Americas, “o trabalho é realizado a partir de evidências e pesquisas clínicas, sempre buscando desfechos de qualidade e rápida recuperação ao paciente”.

Saiba quando procurar a especialidade

Nesse núcleo, o paciente pode contar com atendimento especializado dentro de cirurgias e patologias faciais, traumas, deformidades craniofaciais e disfunções na articulação temporomandibular (ATM).

Também chamado de Disfunção da ATM, a desordem da articulação temporomandibular é um problema comum em quadros graves de estresse causados pela rotina de tensão – gerando dores crônicas na face. “Para isso, o paciente conta com um tratamento multidisciplinar, unindo o Núcleo de Cirurgias Bucomaxilofacial com o Núcleo de Tratamento da Dor, especialistas de neurologia e fisioterapia”, explica o cirurgião.

Os dois procedimentos de maior procura dentro do núcleo são:

  • Cirurgia ortognática: indicada para problemas no desenvolvimento dos maxilares(maxila e mandíbula), quando esses são grandes ou pequenos demais – também chamadas de prognatas ou retrognatas. Pacientes com essa desproporção da face têm resultados excelentes com o procedimento cirúrgico, pois também conquistam melhora na mastigação, fala e respiração, além de promover a harmonização facial.
  • Cirurgia ou tratamento das disfunções da articulação temporomandibular: o paciente com disfunção da ATM apresenta dor na face e dificuldades para abrir ou fechar a boca – em alguns casos, é possível ouvir ruídos conforme o movimento dessa articulação.

Segundo o especialista, a taxa de conversão cirúrgica do Hospital está dentro da média da especialidade no mundo. “A cada dez pacientes atendidos em nosso núcleo, sete são portadores de disfunção da ATM. Desses, apenas um ou dois têm indicação de intervenção cirúrgica. Outras pessoas com esse tipo de problema são tratadas de maneira clínica, sem precisar de intervenção cirúrgica”, diz.

Outro grupo de doenças tratado Núcleo de Cirurgias Bucomaxilofacial é o de Apnéia Obstrutiva do Sono – caracterizado por dificuldades respiratórias enquanto o pacientedorme. O atendimento ocorre em interação com o núcleo da medicina do sono e otorrinolaringologia, tanto no diagnóstico quanto no início do tratamento especializado.

Diferenciais do Núcleo de Cirurgias Bucomaxilofacial do Samaritano

Além de estender o serviço para os casos de alta complexibilidade, o núcleo também oferece infraestrutura inovadora e tecnologia de ponta na realização dos procedimentos. A equipe altamente qualificada e o atendimento multidisciplinar são benefícios importantes ao paciente porque garantem segurança, previsibilidade, atendimento humanizado e adequada recuperação no período pós-cirúrgico.

Quatro meses após a inauguração, o Núcleo já conta com uma equipe de mais de 20 especialistas em procedimentos bucomaxilares, entre cirurgiões, fisioterapeutas, nutricionistas e outros profissionais.


Fontes:
Dr. Luciano Del Santo, Cirurgião Bucomaxilofacial do Grupo Americas
Dr. Daniel Falbo, Coordenador do Núcleo Bucomaxilofacial do Grupo Americas

Centro de Referência no Tratamento das Lesões de Nervos Periféricos

Ver Todos

Centro de Atenção ao Tabagismo

Ver Todos
Hospital Samaritano São Paulo

Hospital Samaritano São Paulo

Código de conduta UHG | Código de conduta para parceiros de negócio | Relatório de Sustentabilidade 2018 | Diretor Técnico: Dr. Maurício Rodrigues Jordão - CRM 98.881