Simulação de Atendimento à​ Múltiplas Vítimas ressalta importância de preparação adequada em casos de tragédias

Hospital Samaritano de São Paulo, Colégio Rio Branco e Corpo de Bombeiros se uniram em treinamento monitorado

Hospital Samaritano


26 de agosto de 2016


3 minutos

A explosão de uma bomba no Colégio Rio Branco, na verdade um falso artefato que produziu estrondo e fumaça, deu início a Simulação de Atendimento a Múltiplas Vítimas.

Realizado na região central da capital paulista, o evento ocorreu na manhã do último sábado e contou com a participação de equipes do Hospital Samaritano, Colégio Rio Branco e do Corpo de Bombeiros.

A iniciativa, um marco na área, mostrou a importância de manter e atualizar periodicamente o chamado Plano de Catástrofe – conjunto de ações e medidas específicas, adotadas em estado de emergência para atender vítimas de tragédias.

Enquanto em países como EUA e Israel, treinamentos regulares para situações como incêndios, explosões, ataques terroristas e acidentes de grandes proporções sejam regulares, no Brasil esse tipo de ação ainda é inovadora.

O atendimento a múltiplas vítimas em ocorrências de alta gravidade exige planejamento estruturado e equipes bem treinadas e coordenadas – incluindo médicos, socorristas, intensivistas, equipes de enfermagem, área administrativa, hotelaria, segurança, entre outros. “A estrutura emergencial deve trabalhar de forma coesa, incluindo o amparo às famílias, sem comprometer as demais áreas e unidades hospitalares”, analisa Dr. Diogo Garcia, coordenador do Centro de Trauma do Hospital Samaritano.

A operação envolveu profissionais das três instituições, além de voluntários que interpretaram o papel de vítimas, familiares e curiosos em geral.

As ações – realizadas da maneira mais realista possível – incluíram desde cenas de resgate de vítimas, no colégio, por içamento de macas até a tentativa de invasão de parentes em desespero por busca de informações, no hospital. “Todas as unidades e setores envolvidos puderam desenvolver as etapas planejadas, com desempenho rápido e adequado para esse tipo de situação. Obtivemos um excelente resultado”, finaliza Dr. Garcia.

Centro de Referência no Tratamento das Lesões de Nervos Periféricos

Ver Todos

Centro de Atenção ao Tabagismo

Ver Todos