Institucional

História

entrada-principal-hs

Receber pessoas de todas as crenças, raças e nacionalidades. Essa foi a semente que gerou o Hospital Samaritano, inaugurado no dia 25 de janeiro de 1894.

A ideia surgiu quando o imigrante chinês José Pereira Achao teve seu atendimento recusado pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo por ser protestante. Na época, as regras ditavam que todo paciente não católico precisava ser doutrinado e se converter para ser atendido. Achao só recebeu tratamento para febre tifoide após se converter. Porém, antes de morrer em 1884, doou todos os seus bens à Igreja Presbiteriana com a intenção de que se criasse um hospital que atendesse a todos, sem distinção.

Um grupo de imigrantes britânicos, norte-americanos e alemães, apoiados por tradicionais famílias paulistas, adotou a ideia e tomou a iniciativa de fundar a Sociedade Hospital Evangélica, em 1890. Quatro anos mais tarde, a sociedade tornou-se o Hospital Samaritano.

foto_predio_novo

Novo Prédio do Hospital Samaritano

Com a urbanização e industrialização de São Paulo, o hospital se transformou e modernizou. Sempre seguindo os avanços da medicina, o Hospital Samaritano investiu em equipamentos, tecnologia e treinamento, passou a oferecer novas especialidades clínicas e cirúrgicas, ampliou seu atendimento e se tornou reconhecido nacional e internacionalmente pelo seu padrão de qualidade.

Hoje, o hospital é referência de qualidade no atendimento e tecnologia de ponta, mas sem perder de vista a ideia que lhe deu origem: o cuidado e a dedicação integral ao paciente.

Centro de Referência no Tratamento das Lesões de Nervos Periféricos

Ver Todos

Centro de Atenção ao Tabagismo

Ver Todos
Hospital Samaritano São Paulo

Hospital Samaritano São Paulo

Diretor Técnico: Dr. Maurício Rodrigues Jordão - CRM 98.881