Dores de cabeça: saiba o que fazer para evitar que o problema se torne crônico

Comece a observar as dores de cabeça que costuma ter e conheça os tipos mais comuns.

Hospital Samaritano


1 de julho de 2015


4 minutos
Dores de cabeça saiba o que fazer para evitar que o problema se torne crônico neurologia

O Brasil é campeão em relatos de dor de cabeça crônica. De acordo com a Sociedade Brasileira de Cefaleia, um total de 13 milhões de brasileiros apresentam dor de cabeça pelo menos durante 15 dias por mês, o que caracteriza o problema. As dores de cabeça crônicas mais comuns são a cefaleia tensional crônica e, principalmente, a enxaqueca crônica, também conhecida como migrânea crônica.

“O problema da dor de cabeça crônica está relacionado com a automedicação, principalmente, devido ao uso excessivo de analgésicos orais. A ingestão usual de comprimidos para dor de cabeça de maneira frequente já é o suficiente para que o paciente se transforme em um candidato a ter cefaleia por abuso de medicamento”, explicar o Coordenador do Núcleo de Neurologia do Hospital Samaritano, Dr. Renato Anghinah.

Dor de cabeça tensional

Este tipo de dor é considerado o mais comum entre os brasileiros e surge em decorrência de situações de estresse emocional ou mental, ansiedade, cansaço, má postura, além de distúrbios de sono, entre outros. A dor é de leve a moderada, porém constante (uma dorzinha chata). Pode doer em toda a cabeça com uma sensação de aperto ou se concentrar na região do pescoço, com a sensação de uma dor muscular.

Enxaqueca crônica

No post sobre “enxaqueca e alimentação: entenda o que pode estar errado”, falamos sobre o que desencadeia essa dor e como os alimentos podem potencializá-la. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a enxaqueca está entre as vinte doenças que mais prejudicam a vida saudável.

A enxaqueca é uma dor de cabeça intensa que geralmente começa na região dos olhos, de modo uniliteral ou bilateral. Normalmente é uma dor de cabeça autolimitada, que dói de algumas horas até 3 dias. Quando torna-se crônica, as crises podem durar mais de 15 dias no mês.

As dores de cabeça crônicas tem tratamento, que visam diminuir a frequência e a intensidade das crises. O profissional mais indicado mais indicado para tratá-la é o neurologista. Não menospreze a dor de cabeça. Melhore sua qualidade de vida e sempre busque ajuda médica.

New Call-to-action



Centro de Referência no Tratamento das Lesões de Nervos Periféricos

Ver Todos

Centro de Atenção ao Tabagismo

Ver Todos
Hospital Samaritano São Paulo

Hospital Samaritano São Paulo