5 hábitos para melhorar a sua alimentação

Refeições equilibradas ajudam a manter a saúde, além de protegerem o organismo contra doenças.

Hospital Samaritano


9 de dezembro de 2015


7 minutos
5-hábitos-para-melhorar-a-sua-alimentação

Sempre que bate aquela fome, você corre para um restaurante fast food ou compra comida congelada no supermercado? Não podemos negar que a facilidade dos alimentos prontos é tentadora, mas deixá-los toda vez como a primeira opção da lista é um dos hábitos que deve ser evitado para quem deseja manter uma alimentação saudável.

Neste post, você vai aprender cinco maneiras de tornar as suas refeições de costume mais equilibradas, sem sair da rotina ou recorrer às dietas radicais.

1. Faça seis refeições por dia

Manter seis refeições diárias, com café da manhã, almoço, jantar e três horários de lanche entre as três refeições principais, ainda é o segredo para uma dieta balanceada. Mas de nada adianta seguir essa regra se elas tiverem uma grande quantidade de alimentos calóricos.

No café da manhã, você pode optar por sanduíches com geleias de frutas ou margarinas sem sal, frios magros, uma xícara de café com leite, suco de frutas ou iogurte.

No almoço, o ideal é que o seu prato tenha uma ou duas opções de carboidratos, feijão, um tipo de carne e, no mínimo, três opções de salada.

No jantar, você pode repetir as mesmas dicas do almoço, em quantidades menores, ou optar por um sanduíche magro, uma xícara de café com leite ou iogurte.

New Call-to-action



2. Aprenda a substituir os alimentos

Sempre que possível, tente escolher alimentos menos pesados e gordurosos. Nos lanches, um exemplo simples é a substituição do presunto pelo peito de peru e do atum em óleo pelo atum em água. Pão integral, queijos mais leves como o cottage e a ricota, e uma porção de folhas verde-escuras, como espinafre e agrião, também podem dar sabor ao seu sanduíche e ajudar na saúde.

3. Fuja dos produtos industrializados

Ao invés de sucos industrializados, dê preferencia aos sucos naturais. O mesmo se aplica para o macarrão e a farinha. Na macarronada, se a massa for industrializada, prepare o molho em casa.

Lembre-se: uma alimentação saudável depende da seleção dos alimentos.

Deixe de lado os produtos com farinha refinada como a pipoca de micro-ondas, sopas prontas cremosas, batatas chips e salgadinhos, pois eles são ricos em gordura e açúcar.

Os alimentos industrializados ainda possuem substâncias como corantes, conservantes e grandes quantidades de sódio – este último, quando consumido em excesso, pode contribuir para o aparecimento de hipertensão ou doenças renais a longo prazo.

4. Beba água

Ingerir dois litros de água todos os dias ajuda na hidratação da pele e deixa o corpo mais disposto. Além disso, a água é essencial como meio de transporte de algumas vitaminas hidrossolúveis como a vitamina B1, B2, B6, B12 e a vitamina C.

Beber um copo de água pela manhã também contribui para o despertar do sistema digestivo e estimula o intestino – uma vez que auxilia pessoas que sofrem de prisão de ventre.

5. Insira frutas na sua  alimentação

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o consumo de 400g de frutas e legumes por dia. Isso corresponde a cinco porções diárias. Laranjas, maçãs, peras, melancia, banana, entre outras, são as melhores fontes naturais de vitaminas, minerais e fibras. Elas ajudam a manter o bom funcionamento do intestino e do metabolismo, mesmo nos intervalos entres as refeições. Consumir a casca das frutas ainda pode ajudar a reduzir o colesterol.

Em resumo, manter uma alimentação balanceada não deve exigir um grande esforço. É importante que você selecione os alimentos de forma inteligente e entenda que nenhum deles é proibido. Faça das suas refeições momentos prazerosos, sem se tornar escravo de dietas ou calorias. Afinal, a melhor forma de se obter qualidade de vida é estar bem consigo mesmo.

Centro de Referência no Tratamento das Lesões de Nervos Periféricos

Ver Todos

Centro de Atenção ao Tabagismo

Ver Todos
Hospital Samaritano São Paulo

Hospital Samaritano São Paulo