Saiba mais sobre a Endometriose

A endometriose é uma doença que afeta diretamente a qualidade de vida da mulher, sua vida sexual, pessoal e profissional.…

Hospital Samaritano


13 de Janeiro de 2015


5 minutos
endometriose

banner_go_2A endometriose é uma doença que afeta diretamente a qualidade de vida da mulher, sua vida sexual, pessoal e profissional. O diagnóstico precoce é ainda hoje a melhor forma de prevenção.

Dores no período menstrual e fora dele, alterações intestinais ou urinárias, desconforto abdominal e incômodo durante as relações sexuais. Esses sintomas podem representar uma enfermidade conhecida como a doença da mulher moderna, a endometriose. O endométrio é a camada interna do útero que é renovada ao final do ciclo menstrual, caracterizando a menstruação. Uma das teorias que explica a endometriose é a de que a menstruação em algumas mulheres possa ocorrer para dentro da cavidade abdominal, podendo se implantar em alguns órgãos como as trompas, os ovários e o intestino e bexiga, explicando as fortes dores abdominais durante a menstruação.

A endometriose afeta diretamente a qualidade de vida da mulher, sua vida sexual, pessoal e profissional. O estado de humor pode ser sensivelmente alterado, tornando difícil o relacionamento com outras pessoas. Outro problema bastante comum é a desinformação, o que leva ao diagnóstico tardio e prolonga o sofrimento da mulher.

Ainda hoje há inúmeras hipóteses sobre o surgimento da doença, como falha no sistema imunológico, genética e transformação das células do peritôneo. No entanto, a característica comportamental que predispõe à doença é a postergação cada vez mais frequente da maternidade, dioxina (poluição), entre outras causas.


New Call-to-action



Normalmente é possível detectar um caso de endometriose por meio dos sintomas da doença acima especificados. A partir da suspeita clínica, é possível indicar exames, como ultra-som especializado com preparo intestinal, ressonância ou ecocolonoscopia, que comprovem o diagnóstico. A doença pode ser tratada cirurgicamente (laparoscopia) ou por meio de medicações. Além disso, ações que melhorem a qualidade de vida, como exercícios e psicoterapia, são favoráveis ao tratamento, além da mudança de hábitos implementando alimentos ricos em ômega 3 e atividades física aeróbica.

 Infertilidade

A endometriose também pode se manifestar por meio da dificuldade de engravidar. A infertilidade está presente em cerca de 40% das mulheres com endometriose. O tratamento cirúrgico, para esses casos, pode ser útil. Muitas vezes, uma mulher infértil e com diagnóstico da doença pode, após a cirurgia, recuperar a fertilidade. Em alguns casos há necessidade de tratamento complementar, que depende da gravidade da doença. Entre eles, há a indução de ovulação, inseminação intra-uterina ou, em casos avançados, a fertilização in vitro

Para saber mais sobre o assunto, veja a entrevista com o  Dr. Nicolau D’Amico:

Como opção, escute o boletim “Especialista Samaritano” sobre  o assunto:

Centro de Referência no Tratamento das Lesões de Nervos Periféricos

Ver Todos

Centro de Atenção ao Tabagismo

Ver Todos
Hospital Samaritano São Paulo

Hospital Samaritano São Paulo