Hospital Samaritano inova e reduz consumo de água

A redução do consumo de água foi de 57% em novembro, a economia no ano foi de 40 milhões de litros.

Hospital Samaritano de São Paulo


18 de Fevereiro de 2015


3 minutos
agua-samaritano

Racionamento de água no Samaritano.

Mesmo antes da crise hídrica, o Hospital Samaritano de São Paulo já tinha a sustentabilidade como uma meta. Assim, com ações, metas de redução e intervenções da equipe de engenharia, o Hospital Samaritano de São Paulo atingiu uma redução média no consumo de água de 35% em comparação a 2013. Em novembro/2014, a instituição obteve uma economia recorde de 57%.

Desde 2010, o Hospital Samaritano realiza o monitoramento do consumo, tanto de água como de energia elétrica, sempre observando eventuais desvios e agindo corretivamente. Em 2014 os dois indicadores entraram no mapa estratégico da instituição, com a perspectiva de sustentabilidade, para atingir uma redução de 10%. “Os índices ultrapassaram nossas expectativas e seguem melhorando de acordo com o decorrer das obras. Agora temos como meta reduzir ainda mais os indicadores”, explica Gizele Ivanoff, gerente de engenharia do Hospital Samaritano.

Em janeiro/2014, o Hospital Samaritano investiu na modernização de 150 leitos e trocou tubulações antigas, chuveiros e vasos sanitários – com sistema dual flush – e caixa acoplada reduzida de 9 litros para 6 litros em busca da diminuição do consumo de água. Além disso, foi realizada também a substituição das bombas de vácuo das esterilizadoras por modelo isento de água, desligamento das torres de resfriamento para ar condicionado durante o inverno e instalação de arejadores nas torneiras da cozinha do restaurante de funcionários. Tudo isso aliado a campanhas de conscientização.

Inovação

Neste mesmo período, o Samaritano obteve uma ideia sustentável: utilizar garrafas PET – antes descartadas na reciclagem – para coloca-las dentro das caixas acopladas dos vasos sanitários do hospital. A solução resulta em economia de 1,5 lts de água por descarga.

“O nosso investimento na modernização dos leitos (07 pavimentos do hospital) e outras operações foi de aproximadamente R$ 12,5 milhões”, afirma Gizele. “E, até o momento, já economizamos mais de 40 milhões de litros de água em comparação ao ano anterior, um total de R$ 650 mil na conta”, completa.

Centro de Referência no Tratamento das Lesões de Nervos Periféricos

Ver Todos

Centro de Atenção ao Tabagismo

Ver Todos
Hospital Samaritano São Paulo

Hospital Samaritano São Paulo