Frio, resfriado e gripe. Qual é a relação?

É comum associar a chegada do inverno com os casos de resfriados e gripes.

Hospital Samaritano


19 de maio de 2016


2 minutos
shutterstock_152527238

É comum associar a chegada do inverno e das baixas temperaturas, com os casos de resfriados e gripes. Mas se essas doenças são causadas por um vírus, qual a influência do frio? Por que é tão comum nesse período?

A resposta é simples. Nos dias frios, as pessoas costumam passar a maior parte do tempo em ambientes fechados, sem muita ventilação e somado à baixa temperatura, o ambiente se torna propício para uma maior circulação de vírus e bactérias entre as pessoas.

Quais são os sintomas e como tratá-los?

As principais diferenças entre a gripe e os resfriados são os tipos de vírus envolvidos e a intensidade dos sintomas:

Resfriado – nariz entupido, espirros, leves dores de cabeça e no corpo. Fraqueza e febre não são comuns. Esses sintomas devem ser tratados com boa hidratação e repouso. São indicados analgésicos para aliviar o mal-estar.

Gripe – além do nariz entupido, dor de garganta, febre alta, fortes dores de cabeça e no corpo, tosse seca e muita fraqueza. A gripe, por ser uma doença mais grave e altamente contagiosa, deve ser tratada com medicamentos antivirais que precisam ser administrados dentro das primeiras 48h do início dos sintomas.

Consultar um médico especialista é recomendável se não houver melhora do quadro clínico.

Centro de Referência no Tratamento das Lesões de Nervos Periféricos

Ver Todos

Centro de Especialidades Pediátricas

Ver Todos