Festas Juninas: cuidado com os fogos de artifício

Hospital Samaritano


14 de junho de 2016


3 minutos
ONOILN

As tradicionais festividades juninas já começaram em todo o Brasil.

Muita brincadeira, comida, diversão, mas um item merece atenção especial. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT), o número de acidentes com fogos de artifício triplica neste período, sendo as crianças as principais vítimas de acidentes com artefatos.

De acordo com o coordenador do Núcleo de Trauma do Hospital Samaritano de São Paulo, Dr. Diogo Garcia, o período de festas juninas e julinas aumenta em 25% o volume de acidentados que chegam ao Pronto-Socorro. Desses, 70 % são crianças “e que, na maioria das vezes, vão ficar com sequelas para o resto da vida”, explica. Entre os traumas mais comuns causados por fogos de artifício estão: amputação de membros, comprometimento da visão e perda parcial dos movimentos (lesão nos tendões).

Por isso, Dr. Garcia alerta. “Jamais deixem crianças e demais pessoas com limitação física e de reflexo próximos a quem está manuseando os artefatos. É questão de segundos para que o acidente aconteça e as consequências podem ser graves”. Em caso de acidente, o coordenador do Núcleo de Trauma do Hospital Samaritano de São Paulo orienta que leve imediatamente a pessoa para o Pronto-Socorro.

“Não faça e nem coloque nada no local lesionado. Pasta de dente, borra de café, açúcar, tomate e outras receitas são mitos e pioram o quadro. No máximo deve-se lavar a região com água corrente e procurar atendimento especializado o mais rápido possível”, finaliza.

Em caso de dúvidas, entre em contato com nosso Núcleo de Trauma pelo telefone: (11) 3821-5300.

Centro de Referência no Tratamento das Lesões de Nervos Periféricos

Ver Todos

Centro de Atenção ao Tabagismo

Ver Todos
Hospital Samaritano São Paulo

Hospital Samaritano São Paulo

Código de conduta UHG | Código de conduta para parceiros de negócio | Relatório de Sustentabilidade 2018 | Diretor Técnico: Dr. Maurício Rodrigues Jordão - CRM 98.881
>