Como os idosos podem evitar a gripe?

A gripe é uma doença altamente contagiosa, provocada por um vírus capaz de sofrer mutações, o influenza.

Hospital Samaritano


13 de maio de 2016


4 minutos
shutterstock_221313346

A gripe é uma doença altamente contagiosa, provocada por um vírus capaz de sofrer mutações. O tão conhecido influenza.

Seus sintomas se confundem com os do resfriado e da rinite alérgica, porém na gripe eles são mais intensos, a ponto da pessoa gripada não conseguir realizar suas atividades diárias. Estes sintomas raramente duram por mais de duas semanas, mas deve ser cuidadosamente acompanhados no caso dos idosos.

Apesar de não ser considerada uma doença grave, ela é responsável pela morte de milhares de pessoas por questões relacionadas à baixa imunidade do paciente ou associação com outras doenças como pneumonias.

Idosos e crianças são os que mais sofrem. A seguir, o médico Mauro Gomes, pneumologista do Hospital Samaritano de São Paulo relaciona cinco dicas para pessoas acima dos 60 anos evitarem a doença:

  1. Vacinação

A vacina contra a gripe é distribuída, gratuitamente, a pessoas acima dos 60 anos e é uma das principais formas de prevenção.

  1. Higiene

Crie o hábito de lavar sempre as mãos com água e sabão. O vírus da gripe pode ser transmitido por diversos lugares e formas de contato. Evite coçar os olhos ou colocar as mãos na boca e no nariz.

  1. Contatos

Mantenha distância de pessoas que possam estar contaminadas com o vírus. O ar que sai dos pulmões de uma pessoa gripada e é respirado pelo idoso é o principal caminho para contágio.  E lembre-se sempre de manter o ambiente arejado.

  1. Alimentação

Os idosos devem manter uma alimentação variada, equilibrada e contendo todos os nutrientes essenciais diariamente (vitaminas, minerais e proteínas), podendo estar incluídos em preparações como sopas e caldos, pratos que apetecem nos dias de temperaturas mais baixas. Algumas dicas devem ser seguidas ao montar as refeições: fontes de vitamina C (fortalecem o sistema imunológico); fontes de ácido fólico (feijão, espinafre e brócolis, por exemplo); vitamina A (que estimulam as células de defesa) e vitamina E (antioxidantes).

  1. Idosos com problemas respiratórios

44% dos brasileiros sofrem de problema respiratório. Por isso, o especialista alerta para que idosos com comprometimento pulmonar mantenham a consulta em dia e não deixem de usar medicamento continuo. É com temperaturas mais baixas que as vias aéreas ficam mais irritadas.

Centro de Referência no Tratamento das Lesões de Nervos Periféricos

Ver Todos

Centro de Especialidades Pediátricas

Ver Todos