Desmaios frequentes podem ser causados por síndrome ​v​asovagal

Conheça esta doença que causa queda de pressão e de batimentos cardíacos

Hospital Samaritano


17 de agosto de 2016


4 minutos

A síndrome vasovagal é um problema no sistema circulatório, caracterizado pela diminuição da pressão arterial e do batimento cardíaco devido à alterações no nervo vago, que está relacionado aos mecanismos que regulam a frequência cardíaca.

O principal sintoma da síndrome vasovagal é o desmaio. Além disso, o paciente que sofre deste mal costuma sentir tontura, fraqueza, dor de cabeça (cefaleia), palidez, calor, enjoo, náusea, suor frio, escurecimento da visão e palpitações. Estas manifestações podem ser confundidas com outras doenças como hipoglicemia, labirintite ou epilepsia. Por isso, é preciso ficar atento, ter desmaios frequentes é sinal de alerta.

Alguns fatores que podem desencadear a síndrome vasovagal são: ficar muito tempo em pé na mesma posição, ambientes quentes e abafados, grandes aglomerações, ansiedade, stress emocional intenso ou jejum prolongado.

Uma das primeiras precauções ao sentir os sintomas da síndrome é procurar um local para deitar. Com o corpo estendido, o sangue volta a circular naturalmente, aumentando a pressão arterial e diminuindo o mal-estar.

O tilt-teste é um exame que pode ser realizado para identificar a doença. Nele, será detectado se o paciente possui algum tipo de desequilíbrio no sistema de controle de pressão arterial. A Unidade Cardiológica da Medicina Diagnóstica e Terapêutica do Hospital Samaritano realiza o tilt-teste com uma equipe especializada de cardiologistas e arritmologistas.

Neste exame, o paciente é deitado em uma maca com suporte para os pés, onde será feito o monitoramento cardíaco. Por meio de eletrodos colocados principalmente no tórax, monitora-se continuamente sua frequência cardíaca e pressão arterial. Após um período de repouso, a maca é inclinada progressivamente, intercalando pausas para avaliar se há queda da pressão do paciente.

Caso confirme-se a doença, a pessoa pode fazer o uso de alguns medicamentos, conforme orientação médica. No entanto, o tratamento da doença é feito de forma preventiva, principalmente procurando reconhecer e evitar situações que podem desencadear um desmaio. Confira outras dicas:

Dicas preventivas para pessoas pré-dispostas à síndrome vasovagal:

– Evite ficar em pé por longos períodos.

– Evite ambientes quentes e fechados.

– Beba bastante água, mínimo de 2 litros por dia. Isto ajuda a melhorar a resistência ao ficar em pé por períodos prolongados.

– Movimente pernas e panturrilhas.

– Se for desmaiar, deite-se ou aproxime-se do chão para não se machucar.

Centro de Referência no Tratamento das Lesões de Nervos Periféricos

Ver Todos

Centro de Atenção ao Tabagismo

Ver Todos
Hospital Samaritano São Paulo

Hospital Samaritano São Paulo

Diretor Técnico: Dr. Maurício Rodrigues Jordão - CRM 98.881