Stroke Center – Centro de Tratamento Especializado em AVC possibilita redução de sequelas graves

Doença é a segunda principal causa de morte no Brasil e a principal causa de incapacidade grave no mundo

Hospital Samaritano


11 de agosto de 2016


5 minutos
shutterstock_82393129

O AVC (Acidente Vascular Cerebral) é a segunda principal causa de morte no Brasil e a doença que mais causa incapacidade grave em todo mundo.

Nos últimos vinte anos, o avanço dos tratamentos mostrou que é possível reduzir o risco de sequelas graves desde que o paciente seja atendido rapidamente. “No conceito de ‘tempo é cérebro’, cada minuto conta para resgatar a integridade da área afetada” enfatiza Renato Anghinah, Médico Especialista e Coordenador do Núcleo de Neurologia do Hospital Samaritano.

O Stroke Center mantém foco em oferecer as melhores práticas para o cuidado do paciente com AVC, provendo um programa dedicado a essa patologia. Caracterizado como início agudo de diminuição das funções neurológicas, a AVC é classificado em duas categorias: AVCI (Acidente Vascular Cerebral Isquêmico) e AVCH (Acidente Vascular Cerebral Hemorrágico).

No primeiro caso, a doença ocorre pela oclusão das artérias, que interrompe o fluxo de sangue numa região específica do cérebro. Os quadros hemorrágicos, com sangramento, podem ocasionar aumento da pressão intracraniana e inchaço cerebral, que podem necessitar de uma abordagem imediata.

Em casos de AVCI, o objetivo das ações consiste em recanalizar o fluxo sanguíneo antes que o cérebro sofra uma lesão irreversível. “Isso não depende só do paciente chegar rápido ao hospital, mas da indicação de tratamento para cada caso e da estrutura necessária para esse tipo de atendimento”, explica o Neurologista.

Menor tempo de assistência, maior segurança para o paciente

O conceito de Stroke Center envolve uma filosofia de tratamento em todos os níveis de assistência, desde a porta da entrada e o rápido reconhecimento e diagnóstico do caso até a escolha do melhor cuidado e sua aplicação de forma ágil e integrada.

O tratamento é monitorizado através de uma linha de cuidado multiprofissional durante a fase aguda do processo assistencial. Os resultados da performance das equipes e dos desfechos clínicos são coletados e analisados como parte de um programa de melhoria contínua.

“O objetivo é minimizar esses tempos assistenciais, preservando a segurança do paciente”, observa Anghinah. De acordo com dados da Joint Comission International apenas 15 centros possuem essa certificação no mundo.

No Brasil, o Hospital Samaritano mantém equipes capacitadas para realização dos melhores tratamentos em Neurologia desde 2013, quando teve início o gerenciamento da linha de cuidados em AVC.

O Stroke Center, que está em processo de Acreditação Internacional, estará entre os 15 centros mundiais preparados para esse tipo de atendimento – o reconhecimento da oferta dos melhores tratamentos para minimizar sequelas e favorecer o retorno do paciente a uma vida produtiva em sociedade.

Alguns dos principais sintomas de AVC

  • Dor de cabeça intensa e repentina
  • Tontura e perda de equilíbrio
  • Visão turva
  • Dificuldades de fala
  • Perda de sensibilidade em um lado só ou em alguns membros do corpo
  • Movimentos descontrolados
  • Desmaios
  • Convulsões

Em alguns casos, os sintomas podem não ser visíveis. Por isso, pacientes com histórico de diabetes, pressão alta, doenças cardiovasculares e tabagistas devem realizar exames periódicos para prevenção da doença.

Centro de Referência no Tratamento das Lesões de Nervos Periféricos

Ver Todos

Centro de Atenção ao Tabagismo

Ver Todos
Hospital Samaritano São Paulo

Hospital Samaritano São Paulo