Mastectomia: uma alternativa de prevenção ao câncer de mama?

Considerado drástico, procedimento é indicado somente para mulheres com alto risco de desenvolver o tumor

Hospital Samaritano


13 de outubro de 2016


3 minutos

O câncer de mama é o que mais mata mulheres no mundo todo, e tem se falado cada vez mais na prevenção como forma de diminuir essa estatística.

Mas além de cuidar da saúde e realizar exames com frequência, algumas mulheres tomam atitudes mais drásticas para prevenir a doença. A mastectomia preventiva é uma delas.

O método cirúrgico consiste na retirada completa das mamas como forma de prevenir que o tumor apareça nas mulheres que apresentam o risco mais elevado de desenvolver a doença.

Alguns fatores analisados são a primeira menstruação muito precoce, menopausa tardia e idade do primeiro parto superior aos 35 anos.

Além disso, outro fator determinante é a hereditariedade. Se um parente de primeiro ou segundo grau desenvolve um câncer de mama, as chances dos genes BRCA1 e BRCA2, relacionados à doença, serem transmitidos aos descendentes é alta, e consequentemente, as chances do desenvolvimento do câncer são de 60% a 70%.

Os fatores genéticos são, portanto, a principal indicação para o procedimento, mas não a única, já que a não presença desses genes não exclui a possibilidade de ter o câncer.  

Apesar de drástica, a medida não previne totalmente o aparecimento de um tumor, mas diminui até 90% a possibilidade de ele se desenvolver. No mais, a mastectomia, que deve ser avaliada e indicada pelo médico, costuma ser eficaz, tem os mesmos riscos que qualquer outro procedimento cirúrgico, mas poucos relatos de complicações.

A reconstrução das mamas é feita no mesmo ato, com a utilização de silicones ou até mesmo tecidos da própria paciente.

Saiba mais: MEDTalks – Outubro Rosa: Tire as suas dúvidas sobre o Câncer de Mama

Centro de Referência no Tratamento das Lesões de Nervos Periféricos

Ver Todos

Centro de Atenção ao Tabagismo

Ver Todos
Hospital Samaritano São Paulo

Hospital Samaritano São Paulo

Diretor Técnico: Dr. Maurício Rodrigues Jordão - CRM 98.881