7 exames para a saúde do coração

Quanto mais idade somado à fatores clínicos que o paciente apresenta, mais frequente deve ser a consulta ao especialista.

Hospital Samaritano


30 de maio de 2016


4 minutos
shutterstock_167202284 (1)

Quanto mais idade somado à fatores clínicos que o paciente apresenta, mais frequente deve ser a consulta ao especialista.   Segundo dados divulgados pela Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), a cada 40 segundos, um brasileiro morre por problemas cardíacos. Estão no grupo de risco: diabéticos, hipertensos, obesos, sedentários, tabagistas e pessoas com histórico familiar de doença cardíaca como infarto ou acidente vascular cerebral em primeiro grau (pai, mãe e irmãos) com início precoce (homens abaixo dos 65 anos e mulheres abaixo dos 55 anos). Saiba quais os principais exames indicados para analisar a saúde do seu coração, de acordo com cada necessidade:

  • Eletrocardiograma de repouso: indicado para avaliação de arritmias cardíacas, infarto do miocárdio ou bloqueios do sistema de condução cardíaco;
  • Teste ergométrico/ergoespirométrico (cardiopulmonar): importante auxiliar na suspeita de obstruções nas artérias do coração. Por meio de indução de arritmias com exercícios, ajuda a avaliar a capacidade física e prescrição exercícios de maneira personalizada ao paciente;
  • Ecocardiograma Transtorácico com Doppler colorido: indicado em casos de suspeita de insuficiência cardíaca, investigação de dispneia, avaliação de sopro e outras alterações estruturais cardíacas;
  • Ultrassom Doppler de carótidas: indicado para investigação de sopro nas artérias do pescoço e detecção de placas de colesterol que aumentam o risco cardiovascular;
  • MAPA (Medida Ambulatorial da Pressão Arterial): indicado para determinação de hipertensão em pacientes com pressão limítrofe e na avaliação de tratamento anti-hipertensivo;
  • Holter de 24 horas: investigação de arritmias, palpitações, tonturas e desmaios, por meio da monitorização do ritmo cardíaco de maneira contínua por 24 horas;
  • Exames laboratoriais como medição da glicose de jejum, colesterol total e frações, triglicérides, função renal, eletrólitos, ácido úrico e exame de urina I.

“Tão importante quanto o acompanhamento é a prevenção”

“Tão importante quanto o acompanhamento é a prevenção”, explica o especialista do Núcleo de Cardiologia do Hospital Samaritano de São Paulo, Dr. Gustavo Trindade.  

Um estilo de vida saudável com alimentação balanceada, atividade física frequente, evitando o tabagismo e o consumo moderado de bebida alcoólica, além de visitas médicas rotineiras são essenciais.  Para quem não tem nenhum fator de risco é indicado fazer uma consulta com exames laboratoriais a partir dos 20 anos.

Centro de Referência no Tratamento das Lesões de Nervos Periféricos

Ver Todos

Centro de Atenção ao Tabagismo

Ver Todos
Hospital Samaritano São Paulo

Hospital Samaritano São Paulo