Primeiros socorros em acidentes domésticos

Veja algumas dicas de como prestar o primeiro atendimento à vítima

Hospital Samaritano


8 de setembro de 2016


5 minutos

Acidentes domésticos podem acontecer quando menos se imagina. Algumas situações, ou objetos em casa, podem se tornar um alerta de perigo, principalmente quando há crianças ou idosos no local. Como exemplo, podemos citar: uso de velas, fogo próximo a rede elétrica, queda de escadas, vazamento de gás, etc.

Saber o que fazer nestes casos, como prestar os primeiros socorros de forma adequada, é importante, pois pode amenizar a gravidade do acidente e até salvar uma vida. Como os cuidados começam no lugar do acidente, as técnicas de primeiros socorros devem ser bem aplicadas para não prejudicar a vítima e o atendimento especializado da equipe de socorro quando chegar.

Lembre-se: Em casos de acidentes graves, tente sempre manter a calma e, no primeiro momento, acione o serviço de resgate. Eles irão passar a orientação correta do que deve ser feito até a sua chegada no local. Os acidentes domésticos mais comuns são: queimaduras, fraturas, cortes e intoxicações. Saiba como agir em cada situação:

Queimaduras

Acontecem, principalmente, no manuseio ou com a proximidade de fontes de calor como fogão, forno, chapas, água ou óleo quente, entre outros. Deve-se lavar imediatamente a região afetada com água fria corrente por cerca de 10 minutos. Não passe nenhum tipo de produto sem orientação profissional. Evite tocar a área queimada e nunca fure as bolhas que possam surgir, pois isto aumenta o risco de infecção.

Cortes

Primeiramente, deve-se limpar o ferimento com água corrente ou soro fisiológico. Em seguida, para estancar o sangramento, faça uma compressão com gaze ou pano limpo. Por último, faça um curativo esterilizado. Caso o corte tenha sido causado por objetos de metal enferrujados ou vidro, o cuidado deve ser redobrado e a pessoa atendida especialmente por um socorrista. Em ferimentos profundos, com dificuldade para estancar o sangue, mantenha o local protegido pelo pano limpo até a chegada do atendimento ou a ida ao pronto-socorro.

Intoxicações

Geralmente, as vítimas são crianças. Podem ser provocadas pela ingestão de produtos de limpeza, medicamentos ou qualquer outro componente químico. Por isso, é muito importante mantê-los longe do alcance dos pequenos. Acidentes domésticos de intoxicação são considerados graves e deve-se chamar de imediato a emergência. Informe ao socorrista: produto ingerido, via de entrada (boca ou nariz), quantidade e há quanto tempo o fato ocorreu. Não se deve beber água pois pode favorecer a absorção do tóxico.

Fraturas

Se caracterizam por dor intensa, incapacidade de movimento, inchaço e, algumas vezes, deformidade. Nunca tente colocar o osso no lugar. Deve-se imobilizar o membro fraturado com uma tala ou material rígido, movimentando-o o menos possível. Em caso de fratura exposta, quando o osso perfura a pele, cubra a fratura com um pano limpo. Use-o também para fazer compressão se o sangramento for intenso. A ida ao hospital é fundamental para a confirmação da fratura através de um exame de raio-X.

Centro de Referência no Tratamento das Lesões de Nervos Periféricos

Ver Todos

Centro de Especialidades Pediátricas

Ver Todos